ooi, eu não sumi, bgs :*

"Relacionamentos bizarros: com certeza você já teve um. Nem que seja um rolo que nunca vira namoro, ciúme de alguém que nem te conhece, ódio mortal de quem nem lembra que você existe, obsessão por ex-namorado(a) de 10 anos atrás, relacionamento por internet, entre tantas outras coisas que não parecem fazer muito sentido..."

Fato. Você já teve um, eu já tive um. Se duvidar, até Hitller teve um (talvez isso explique as atrocidades, quem sabe).
E sabe, isso não é uma coisa ruim, ao menos se você for um extraterrestre que não quer se misturar conosco, meros humanos - aí sim, isso seria uma tragédia.
Agora mesmo você pode ser a vítima do ciúme, ou do ódio. Não estou falando pra você sair por aí querendo descobrir os praticantes de tais ações, só quero que você pare e pense: por mais que falem que você é único, você não é.
Ok, eu fiz essa mesma cara quando minha professora falou que aquela música "Aquarela" fala de morte.
Mas voltando... Não, você NÃO é único e muito menos o ser humano mais feliz ou triste da face da Terra. Por mais extremista que você seja, sempre haverá um caso pior que o seu. Aceite isso.
Então, ok. Dei uma volta gigante e não falei nada, né ?! Er... Sabe que nem eu sei mais onde eu queria chegar ?
Enfim, tchau.
:*
JU (:

3 ideais.:

maah ribeiro disse...

adóóóron siis :D
haeoiaoiehaioe³
sabia que uma professora minha teve um caso com Hitler?! o.o' boatos, boatos... ^^'

enfim, eu acho que cada um é único sim. não temos o mesmo jeito, graças a Deus! mas esse lance de achar que você tá no fundo do poço é bobagem porque, acreditem, sempre tem algm pior...

legal post sis! amo você :*

brúh. disse...

sim;sim. e já tivemos VÁRIOS relacionamentos bizarros.
ashuashiasuhasuihasuihasuias
mas enfim... viajou grandão na hora de "Ok, eu fiz essa mesma cara quando minha professora falou que aquela música "Aquarela" fala de morte."... mana, qualquer coisa mamãe te leva pra psicóloga, tá ?
sahuiashuasihuasihuasihuias
ficou divertido (y)
:*

Jessé Pinto disse...

Meu, num sabia que "Aquarela" falava de morte! Que merd*, hein?!

Postar um comentário